Rastros Químicos
Rastros Químicos

Rastros Químicos: Destruição de Ecossistemas – O que eles estão pulverizando no céu?

Poderia o alumínio, bário e outras substâncias de aerossol estratosférico estar destruindo os ecossistemas do nosso planeta?

Por Michael J. Murphy



O que você faria se você fosse informado que substâncias tóxicas estão sendo pulverizados no céu, contaminando o solo e dizimando os ecossistemas ao redor do planeta? Esta é a afirmação feita por vários cidadãos no lado de fora da reunião da AAAS – American Association for the Advancement of Science no mês passado em San Diego, que despertou meu interesse em investigar mais sobre o assunto.

A reunião da AAAS hospedou diversos cientistas de topo da geo-engenharia, que se reuniram para discutir a plausibilidade de implementar diversos programas de geo-engenharia em todo o mundo. Uma das opções abordado era aerossol estratosférico de geo-engenharia [stratospheric aerossol geo-engineering - SAG], apelidado de Chemtrail pelos teóricos de conspiração, onde os renomados cientistas discutiam a plausibilidade de pulverizar aerossóis de alumínio, bário e outras partículas metálicas no céu, como meio de bloquear o sol, ”reduzindo” a temperatura da terra. Quando questionados sobre os riscos potenciais associados à utilização de aerossóis metálicos no céu, os cientistas responderam que não havia estudos sobre os riscos associados com aerossóis metálicos, acrescentando que algo terrível poderia acontecer no futuro que não têm sido previsto atualmente. Quando perguntados sobre os programas de aerossóis em andamento, os cientistas responderam que não havia programas de aerossol implementado no momento.

As pessoas que conheci no lado de fora da reunião reivindicavam o oposto. Eles vieram em protesto depois de avistarem aviões que eles acreditam estar frequentemente pulverizando aerossóis no céu. Muitas pessoas neste grupo têm detectado níveis extremamente elevados de alumínio, bário e outras substâncias metálicas em seu solo, água e neve. Ironicamente, as substâncias achados correspondem exatamente com as substâncias que os cientistas estão ”considerando” usar em vários programas de geo-engenharia discutido na reunião.
Eles acreditam também que os aerossóis metálicos estão levando a destruição de ecossistemas, e que são provenientes de pulverizações de Chemtrail em andamento. Devido à seriedade do problema e meu desejo de conhecer a verdade fui levado a Condado de Shasta, norte da Califórnia, para investigar não somente as reivindicações de que estão pulverizando substâncias no céu, mas também realizar testes de solo, água e neve que muitos moradores e pesquisadores afirmam estar contaminados devido á pulverização de Chemtrails.
Na minha primeira parada nesta viagem conheci Dane Wigington e sua bela propriedade particular de 200 acres, com vista para o lago Shasta. Depois de apreciar a vista deslumbrante da paisagem, Wigington apontou para o céu onde rastros múltiplos cobria o céu. Ele disse que os rastros estão presentes quase todos os dias no Norte de Califórnia. Ele considerou esta pulverização como moderado. Como muitos outros moradores no Condado de Shasta, Wigington mudou-se para esta propriedade para ficar longe da poluição do Sul da Califórnia. Seus sonhos de morar longe das cidades e viver em harmonia com a natureza foi interrompido porque atualmente ele está dedicando o seu tempo e energia sobre a questão da geo-engenharia.
Wigington ficou preocupado com Chemtrail quando começou a perceber mudanças dramáticas de energia solar que ele usa para abastecer a sua propriedade. Dono de um dos maiores sistemas de energia solar residencial no Norte da Califórnia, ele começou a notar declínio acentuado em fornecimento de energia solar. Em dias de pulverizações intensas, o fornecimento de energia solar era reduzida em até 60 por cento. Wigington disse: ”Os rastros estão literalmente bloqueando o sol.” Ele disse que passou a recolher regularmente amostras de finas camadas de poeira nos painéis solares e de outras superfícies exteriores e detectou constantemente níveis extremamente elevados de alumínio, bário e outras substâncias metálicas. Ele considera que estes são produtos da pulverização de Chemtrails.

Wigington percebeu também que, ao mesmo tempo que a energia solar reduzia, mudanças dramáticas ocorria em sua propriedade, as arvores, as plantas, os insetos e os animais selvagens misteriosamente começaram a morrer. Isto o levou a fazer o seu primeiro teste de chuva apenas quatro anos atrás. Os resultados foram chocantes, os níveis de alumínio resultaram em 7ug/L ou 7 partes por bilhão (ppb). Embora o alumínio possa ser encontrado em quantidades menores ao redor do mundo, geo-hidrologistas lhe disseram que esse número era bastante elevado. Desde aquela época ele teve resultados de alumínio aumentado para níveis tão elevados como 50.000% com 3.400 ug/L. Isto é literalmente uma chuva tóxica letal. Estes resultados o levaram a fazer novos testes adicionais de pH do solo com dois cientistas da USDA, que produziram resultados ainda mais chocantes. O pH do solo foi de 6,6 em uma área e 7,4 em outra. Isto é equivalente a 11 vezes a alcalinidade normal do solo, que deve estar na faixa de 5,0 a 5,5. É importante observar que os testes foram realizados na floresta, distante de quaisquer indústrias, estradas e rios. Quando perguntado sobre o que estas alterações poderiam fazer no ecossistema, Wigington respondeu que é devastador. Ele disse: ”Se isto continuar, só podemos esperar coisas muito piores. Não apenas estamos vendo as nossas árvores morrendo aqui, mas também um declínio dramático na vida selvagem e de peixes. Wigington citou que, segundo a The National Oceanic Atmospheric Administration, os cardumes de salmão que eram vistos em abundância nesta área diminuiu de 769.868 em 2002 para 39.530 em 2009. Isto é uma queda de 90 por cento. Curiosamente, este declínio começou a acontecer no mesmo período de tempo em que os moradores começaram a perceber um aumento dramático no que eles acreditam ser pulverização de Chemtrails. Os esforços de Wigington em divulgar os testes aos funcionários de agências governamentais tem sido praticamente ignorados.

O meu espanto inicial pela beleza deslumbrante da paisagem me levou a uma profunda tristeza, frustração e ódio diante da contaminação que está destruindo o ecossistema. Isso me incentivou a investigar mais profundamente, procurando um especialista em biologia. Arrumei o meu carro e rumei direto para o norte da vila do Monte Shasta. Mt. Shasta é conhecido pela sua paisagem, ar puro e fontes de água que abastecem as companhias de água mineral. Muitos viajantes ao redor do mundo escalam esta montanha e passam as férias nesta bela paisagem na parte oeste dos USA.

Francis Mengels, Bacharel em Ciências de Engenharia Florestais, mestrado em zoologia, um conservacionista do solo e um biólogo aposentado que trabalhou durante trinta e cinco anos para o Serviço Florestal dos USA, me recebeu em sua bela casa, na vila do Monte Shasta, para discutir a ”crise” escondida que está acontecendo. Mengels me alertou sobre o rápido declínio dos peixes nos rios e córregos próximos á casa. Mengels me apresentou um riacho que havia oferta abundante de peixes há alguns anos atrás. Porque a dieta principal dos peixes no rio é de insetos aquáticos, ele executou um método de amostra-padrão para medir a quantidade de insetos presentes no rio. As amostras colhidas antes das pulverizações de Chemtrails havia em média 1000 insetos aquáticos. A nossa atual amostra rendeu apenas 31 insetos. Uma queda espantosa de 96%. Mengels afirmou que os peixes sobrevivem de insetos, então eles estão morrendo de fome. Este rápido declínio na quantidade de insetos é provavelmente devido as mudanças químicas da água. As únicas alterações no rio que Mengels está consciente são aumento dramático de alumínio, bário e estrôncio, que ele acredita ser proveniente das pulverizações de Chemtrails.
Ele testou também o pH do solo nas proximidades e o resultado foi alcalinidade 10 vezes acima do normal. Mengels tem provas de que esta mudança drástica no nível de pH do solo é devido ao aumento maciço de alumínio. Ele afirmou que as florestas, os campos e as ecologias das fazendas prosperam em solos ácidos. O alumínio age como um tampão que aumenta a alcalinidade do solo, o que pode dizimar ecologia em grandes quantidades. Mengels testou também a neve do Monte Shasta, que foi enviado para o EPA – Enviromental Protection Agency, os resultados foram de 61.100 ug/L de alumínio, e 83 ug/L de bário. A quantidade padrão de alumínio na neve no Monte Shasta é de 0,5 ug/L. O alumínio em água potável é admissível no máximo em 50 ug/L. Isso significa que o alumínio detectado na neve no Monte Shasta é 1200 vezes mais tóxico do que o permitido em água potável. Mengels disse, ”os escaladores que vêm de todo o mundo estão bebendo a água envenenada da neve da montanha”. Mengel esclareceu que para o governo agir é necessário detectar apenas 1.000 ug/L de alumínio. Embora várias agências ambientais terem sidos alertados sobre os achados, nenhuma ação governamental foi tomada até agora. Mengels me levou a outros locais em torno da vila do Monte Shasta, onde ele testou o solo, a água e a neve, que também resultaram em pH de alcalinidade dez vezes acima do normal. Ele disse que estes tipos de alterações químicas no solo, água e neve são muito raros, excepto em outros lugares ao redor do mundo onde as pessoas têm testemunhado o que muitos acreditam ser a pulverização de Chemtrails. Mengels afirmou que essas contaminações são responsáveis por essa ”crise ecológica”, e terá terríveis consequências se continuar. Mengel disse: ”As perdas serão incrivelmente enormes para a nossa economia. O crescimento das árvores será dramaticamente reduzida o que irá resultar na perda de muitos empregos. O declínio das plantas naturais e cultivadas irá resultar no desaparecimento da indústria pecuária e de pesca, e o pior de todos, a perda total da agricultura básica no norte da Califórnia.”

O que é realmente surpreendente é que esses e muitos outros testes ao redor do mundo são completamente ignorados pelas entidades governamentais que existem para combater esse problema. Muitos políticos como o presidente do Concelho do Monte Shasta, Ed Valenzuela ignoram o problema. Valenzuela em uma reunião do concelho da cidade foi alertado sobre a contaminação em massa no Monte Shasta, onde ele afirmou que a cidade não queria examinar os testes, porque o pedido era uma ”Caixa de Pandora” e que ao ”abrir uma caixa de Pandora” a cidade teria que pagar caro. Apesar de vários cidadãos locais ter voluntariamente financiado US$22,000 do teste realizado no laboratório da EPA, ambos os chefes do comitê Russ Porterfield e Valenzuela votaram não para ter a água testada. O prefeito Stearns queria o teste, mas foi rejeitado por um voto de 3-2. Essa resposta não é incomum, Mengel apresentou esses problemas e dados científicos para mais de 15 agências locais e federais, incluindo o gabinete do senador Feinstein e senador Boxer. Apesar disto não recebeu qualquer resposta ou ação do governo até a data.

É coincidência que as substâncias achados na chuva, neve e solo aqui e outras regiões do planeta correspondem exatamente com as substâncias que os cientistas estão ”considerando” usar em vários programas de geo-engenharia ao redor do mundo? Porque é que as agências governamentais ignoram os resultados dos testes que indicam destruição maciça do nosso ecossistema? Será que os funcionários estão com medo de expor um crime ecológico mundial? Ou eles acreditam que este problema é demasiadamente grande e complexo para eles resolverem? Seja lá qual for a razão para esta ignorância, precisamos que as nossas perguntas sejam esclarecidas e os resultados chocantes dos testes serem publicadas e abordadas, não só em Condado de Shasta, mas também em todas as partes do mundo. Nosso futuro neste planeta depende sobre este problema ser abordado e solucionado.

Porque este movimento está sob constante ataque vindo de pessoas que parecem estar protegendo os interesses políticos e corporativos associados ás pulverizações de Chemtrail, é essencial que as pessoas ao redor do planeta se envolvam nos testes de chuva, solo, neve e outras superfícies exteriores e comunicar os resultados para os funcionários eleitos e as agências ambientais locais. Devemos estender a mão e educar todas as pessoas envolvidas com o programa Chemtrail, que podem não estar cientes das implicações ambientais catastróficas associados aos seus programas. Testes de detecção de pH é bem simples e podem ser realizados em qualquer lugar do mundo a um preço nominal.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
religião
Qual a sua religiao?
catolico
protestante
Espirita
Nao tenho religiao
Ateu
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (1311 votos)




ONLINE
1




Partilhe este Site...